Se você busca resultado natural e de alta qualidade, bronzer não deve ser usado para fazer contorno. Entenda porquê

Apesar de produtos para bronzear e sombrear o rosto ‘escurecerem’ regiões específicas, a função de cada um deles é bem diferente.

Ainda que o bronzer possa ser aplicado na mesma área em que o contorno foi feito (no alto da testa, por exemplo), a finalidade dele é outra.

O bronzer, como o nome já sugere, tem como objetivo imitar o aspecto de pele bronzeada pelo sol. Portanto, ele deve ser aplicado nas áreas em que a luz solar bate na pele naturalmente.

São produtos de cores quentes e podem ser matte, se você quiser um efeito mais natural, ou ter brilho, se o desejo for um efeito mais radiante.

Já o contorno tem como objetivo esculpir o rosto e, para isso, usa-se o contraste entre luz e sombra, ou seja: entre claro e escuro.

Quando a gente vai sombrear uma região do rosto para fazer o contorno, o produto tem que ser mais escuro do que o tom da pele, certo?

Sim, porque é como se a gente estivesse removendo a fonte de luz daquela área para, então, criar a ilusão de sombra.

Por isso, o produto deve ser obrigatoriamente matte – afinal, brilho ilumina, o que atrapalharia a tentativa de criar sombra.

Além disso, para que o efeito da sombra seja natural, a cor deve ser fria.

Onde aplicar? Aí depende do formato do rosto e do que você quer destacar ou não.