Organizar os batons em paletas é superprático. Só não pode derretê-los e criar um hotel de luxo para bactérias nocivas

Você já deve ter visto muita gente derreter batons pra montar paleta, né? Essa ‘dica’ tá em um monte de lugar e muito maquiador já caiu na cilada.

Se você é um deles, respire fundo e… Jogue tudo fora.

Calma! A gente explica…

Para derreter o batom, você precisa fazer com que ele atinja ou ultrapasse o ponto de fusão.

Lembra da aula de Física? Ponto de fusão é a temperatura que faz uma substância passar do estado sólido ao líquido.

Só que o ponto de fusão do batom é beeeeem mais alto do que o ponto de fusão da água.

Então, para derretê-lo, você tem que esquentar o produto em banho maria, no microondas, com um isqueiro, tacar na fogueira…

E é justamente aí que começa o problema.

O batom foi produzido com uma fórmula minuciosamente equilibrada, usando aparelhos de alta precisão, além do conhecimento do cientista que estudou pra isso.

Cada substância da fórmula está na quantidade certa para reagir quimicamente com todas as outras, desempenhar a própria função corretamente e manter a segurança de uso do produto.

Quando a gente esquenta o batom, a gente altera o equilíbrio da fórmula e os ingredientes não funcionam mais da maneira como deveriam.

Resultado? Adeus sistema conservante. A equipe de segurança que protegia o batom foi embora.

Sua paleta pode até ficar linda e prática, mas também vai ser um verdadeiro hotel de luxo para bactérias oportunistas.

‘Nossa, que exagero! Sempre fiz isso e nunca tive problema!’.

Bem, se você quiser desafiar a ciência e oferecer pra sua cliente um ótimo risco de contaminação, aí, já é uma escolha sua, né?

Porém, se você é um profissional sério, jogue fora todos os batons que derreteu e faça como Priscilla Ono, maquiadora da Rihanna e da Fenty Beauty: apenas corte os batons em pedacinhos.

Esta matéria teve a colaboração de Sonia Corazza.

Engenheira Química, Cosmetóloga, Perfumista e Pesquisadora Científica, Corazza é uma das maiores referências da indústria cosmética. Com mais de 40 anos de experiência, presta consultoria para as principais gigantes do mercado de beleza, entre elas Unilever, P&G, Avon, O Boticário e Natura.

É autora dos livros ‘Beleza Inteligente’; ‘Aromacologia – Uma Ciência de Muitos Cheiros’ e ‘Mais Jovem a Cada Dia’.

Sabe como manipular seus batons corretamente? O maquiador Beto França ensina. Clique aqui e leia matéria.